Notícias - MedSênior

Fevereiro Roxo: você conhece o significado desta data?


O início de ano impulsiona os cuidados com a saúde, principalmente pelas campanhas voltadas para a conscientização. Exemplo disso é o Fevereiro Roxo, que busca divulgar informações sobre o Mal de Alzheimer, o Lupus e a Fibromialgia. Doenças autoimunes, elas ainda são pouco conhecidas pela sociedade. Fique por dentro do assunto neste post!

 

Lupus, Fibromialgia e Mal de Alzheimer são hoje doenças autoimunes incuráveis, mas que com um tratamento adequado, têm os sintomas aliviados e permitem que os pacientes sigam a rotina com qualidade de vida. Para tal, é preciso que o paciente tenha conhecimento de cada uma delas e mantenha os exames em dia. 

A importância do Fevereiro Roxo

Criado em 2014 por médicos de Uberlândia, Minas Gerais, o Fevereiro Roxo trouxe luz para algumas das doenças autoimunes. Além disso, com um trabalho de conscientização bem feito, a campanha ajuda a aumentar as chances de um diagnóstico presente e rápido.

 

Por outro lado, muitas pessoas ainda não sabem muito bem do que se tratam as doenças autoimunes e como é feito o diagnóstico delas. Esse quadro de falta de informação, aliado à demora em buscar auxílio médico, pode gerar um risco maior para o paciente. 

 

Tal fato ocorre porque ainda há pouca divulgação sobre cada uma delas, sendo muito importante a presença de datas como o Fevereiro Roxo. Além disso, um diagnóstico incorreto ou tardio atrapalha no tratamento, o que traz, por consequência, impactos na qualidade de vida do paciente.

 

Leia também: Conheça agora as 4 principais doenças reumáticas e como prevenir

 

Conheça mais sobre as três doenças:

Lupus

O Lupus ocorre quando o sistema imunológico erra e passa a atacar as células e tecidos saudáveis do organismo. Esses ataques acabam gerando inflamações. Com isso, a doença autoimune passa a ter potencial para atacar qualquer parte do corpo. Assim, o paciente passa a alternar entre momentos de crise e de melhoria.

 

Por não haver cura, o paciente deve passar por tratamento, geralmente feito com o uso de imunossupressores, para aliviar os sintomas causados durante os períodos de surto da doença. Segundo a revista Exame, cientistas acreditam que uma das causas da enfermidade pode ser o fator genético. 

 

De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sintomas do Lupus, são:

 
  • Lesões de pele avermelhadas nas maçãs do rosto ou no dorso do nariz;
  • Dor e inchaço;
  • Inflamação da pleura;
  • Inflamação do rim;
  • Alterações no sangue;
  • Emagrecimento e fraqueza em períodos de doença ativa.

Mal de Alzheimer

Uma das doenças representadas pelo Fevereiro Roxo, o Mal de Alzheimer é a forma mais comum de demência neurodegenerativa. Costuma aparecer durante a terceira idade e, para a ciência, ainda não há uma causa definida. No entanto, acredita-se também que tenha um fator genético por trás da doença autoimune.

 

Apesar de não ter uma causa definida, sabe-se que ela começa a se instalar no organismo quando o processamento de determinadas proteínas do sistema nervoso central passam a ocorrer de maneira errada. Uma vez presente no corpo do paciente, as fases iniciais dão os primeiros sinais.

 

O Mal de Alzheimer costuma ser dividido em quatro estágios: inicial, moderado, grave e terminal. Confira os principais sintomas:

 
  • Perda da memória recente;
  • Dificuldade em encontrar palavras para expressar sentimentos pessoais;
  • Complicação em achar caminhos e endereços conhecidos;
  • Dificuldade em resolver problemas;
  • Irritabilidade e impaciência. 

Fibromialgia

Caracterizada pelas dores crônicas em várias partes do corpo, principalmente

nas articulações e tendões, a doença está totalmente ligada ao funcionamento do sistema nervoso central. De maneira geral, apesar de causar dores intensas, a doença autoimune não gera inflamações ou deformidades físicas aos pacientes, mas pode incapacitá-los.

 

Por outro lado, é comum que ocorram confusões no diagnóstico, já que a fibromialgia pode estar ligada a outras doenças reumáticas. Veja alguns dos sintomas:

 
  • Dor intensa e generalizada;
  • Distúrbios emocionais e psicológicos;
  • Alterações no sono;
  • Dor de cabeça;
  • Falta de energia.
 

Conheça mais sobre as doenças autoimunes:

O que são doenças autoimunes?

O quadro de doença autoimune ocorre quando o sistema imunológico passa a funcionar de forma errada e a atacar, por engano, tecidos saudáveis do corpo humano. Não há uma causa exata para que esse erro aconteça. No entanto, fatores como a genética e o uso de medicamentos podem ser fatores.

 

De maneira geral, as doenças autoimunes costumam ser crônicas, porém, não transmissíveis. Veja quais são as doenças autoimunes mais comuns:

 
  • Esclerose múltipla;
  • Diabetes tipo I;
  • Vitiligo;
  • Artrite;
  • Psoríase;
  • Tireoidite de Hashimoto.

Os principais sintomas das doenças autoimunes

É comum que as doenças autoimunes, mesmo as presentes no Fevereiro Roxo, sejam confundidas com outros tipos de males. Os sintomas dessas doenças geralmente estão presentes em muitas outras, provocando essas dúvidas durante o diagnóstico. 

 

Entretanto, tanto para as doenças do Fevereiro Roxo quanto às demais, alguns sintomas ajudam a ligar o alerta:

Inflamações

Muito comum no Lupus e em algumas enfermidades reumáticas, os processos inflamatórios ligam um alerta para a possibilidade de uma doença autoimune. Além disso, eles costumam vir acompanhados de sintomas secundários, como dores e, em alguns casos, deformidades nas articulações.

 

Contudo, é válido destacar que essas inflamações só podem ser consideradas um problema se persistentes ou ocorrendo por tempo prolongado.

Dores nas articulações

Também um sintoma muito presente nas doenças autoimunes, as dores nas articulações podem ser indicativos de que há algo errado, principalmente se elas se tornam persistentes, ocorrendo por muito tempo.

 

Esse se torna um sintoma ainda mais evidente se houver a sensação de rigidez das articulações, seja ao acordar ou ao final de atividades. 

Vermelhidão na pele

Assim como o Lupus, a psoríase também pode causar manchas vermelhas na pele. O alerta deve ser ligado caso elas estejam presentes no dorso nasal, nas bochechas ou na face como um todo.

O melhor cuidado é a prevenção

O Fevereiro Roxo vem para nos lembrar da importância de se cuidar. Por isso a MedSênior aposta na medicina preventiva como a melhor maneira de manter os cuidados com a saúde e curtir cada momento da terceira idade com qualidade de vida.

 

Com o plano de saúde para a terceira idade da MedSênior você pode fazer consultas, exames e ter um acompanhamento médico ativo. Dessa maneira, será possível tanto promover a prevenção de possíveis doenças quanto o tratamento ou reabilitação de doenças já existentes, mesmo as do Fevereiro Roxo. 

 

Conheça o plano de saúde para a terceira idade da MedSênior clicando AQUI e aproveite!

Acompanhe o nosso blog 

No blog da MedSênior você se mantém bem informado sobre Fevereiro Roxo e todos os assuntos relacionados a saúde e bem-estar. São conteúdos especializados, além de dicas para manter uma vida saudável. Confira nossos posts!

Geração+ informada 

foto