Notícias - MedSênior

Guia da diabetes: veja o que é e como age a doença


A presença dos sintomas de diabetes na população tem se tornado maior a cada ano. Muitas vezes silenciosa, é comum que o paciente só descubra a doença quando ela já está em um estágio avançado. Com isso, é preciso dar início ao tratamento. Para te ajudar a entender o que é e como controlar a diabetes, preparamos um guia. Confira!

A diabetes mellitus já é considerada um grande desafio para profissionais da saúde e pacientes. Caracterizada como um grupo de doenças metabólicas, ela gera hiperglicemia, alto nível de açúcar no sangue, e pode causar também uma série de complicações para a saúde caso não tratada adequadamente.

Tipos de diabetes

Por outro lado, para ter um diagnóstico da doença, não basta apenas compreender os sintomas de diabetes. A comorbidade se apresenta em pelo menos 3 tipos.

Conheça quais são:

Tipo 1

É um dos tipos de diabetes conhecido por afetar pessoas mais jovens. Geralmente têm progresso rápido em crianças e adolescentes e mais lento em adultos. É causada pela destruição da célula beta, gerando a deficiência de insulina. 

Tipo 2

Neste caso, os sintomas de diabetes tipo 2 são sentidos com o avanço da idade. Causando uma deficiência parcial de insulina, ela pode surgir por conta do estilo de vida do paciente. Itens como sedentarismo, excesso de peso e má alimentação influem na causa.

Diabetes gestacional

Costuma ocorrer quando a placenta reduz a ação da insulina e o pâncreas materno passa a produzir mais para compensar. Por geralmente não causar sintomas de diabetes, sendo uma comorbidade silenciosa, é preciso acompanhar de perto a possibilidade de desenvolvimento da doença.

Pré-diabetes

Antes de os sintomas de diabetes realmente aparecerem no paciente, ocorre um período em que a taxa de açúcar no sangue já está alta, mas não o suficiente para caracterizar a doença. Essa fase é conhecida como pré-diabetes.
Nestes casos, ainda há como reverter o quadro e não gerar a comorbidade, mas para isso, cuidados com a alimentação, peso e sedentarismo devem ser tomados.

Sintomas de diabetes

É comum que os sintomas de diabetes sejam poucos ou até mesmo confundidos com outras doenças, sendo mais perceptíveis já na pré-diabetes. Ainda assim, de acordo com o Ministério da Saúde, alguns deles ajudam a caracterizar a presença da comorbidade no organismo.

Independente dos tipos de diabetes, os 4Ps são os principais:

Poliúria: excesso de produção de urina no organismo;
Polidipsia: sede em excesso por parte do paciente;
Polifagia: excesso de fome ou de ingestão de alimentos;
Perda involuntária de peso: quando o paciente, mesmo sem esforço, passa a emagrecer.

Outros sintomas de diabetes também são comuns:

Fadiga;
Cansaço;
Lentidão;
Infecções recorrentes.

Como controlar a diabetes

Por ser uma doença ainda sem cura, a diabetes deve ser tratada e controlada para garantir a qualidade de vida do paciente. Além disso, o controle também será crucial para o que a comorbidade não passe a afetar outras áreas do corpo, como a visão e o coração.
Por isso, o acompanhamento médico e algumas medidas devem ser incluídas na rotina. A prática auxilia o tratamento a ser feito de forma correta. Veja como controlar a diabetes:

Evite o excesso de açúcar

Por mais óbvio que pareça, o açúcar pode ser um grande vilão no controle da diabetes. Isso ocorre porque os pacientes às vezes nem percebem, mas muitos alimentos que não parecem, contam com açúcar na composição.

Não apenas a presença de açúcar em alimentos precisa ser observada. Os excesso na alimentação em geral e as “escapadinhas” da dieta também devem ser revistas para que haja o controle da diabetes.

Deixe o sedentarismo de lado

A prática de exercícios auxilia na manutenção da saúde, da disposição do paciente e também no controle do peso. Esse, por sinal, pode ser um dos fatores de risco para o aparecimento da diabetes.

Portanto, a prática de exercícios deve ser incluída na rotina dos pacientes. Tanto os que estão na fase de pré-diabetes, visando mudar o quadro, quanto os já diabéticos, para melhorar a qualidade de vida.

Diminuir a ingestão de gordura

Uma das maneiras de como controlar a diabetes ou até mesmo prevenir a doença, está na menor ingestão de gordura. Estudos comprovam que uma dieta com menos gordura é capaz de reduzir os riscos de ter qualquer tipo de diabetes ou até mesmo a progressão da doença.

Seguir o tratamento

Muitas vezes medicamentoso, o tratamento para os sintomas de diabetes deve ser prescrito por um médico e seguido à risca. É válido lembrar ainda que caso esteja desregulada, a doença pode prejudicar a saúde do paciente e afetar diretamente a qualidade de vida. 

Geração+ informada

+ Obesidade na terceira idade: a importância da mudança de hábito

+ Quais são as doenças que tornam alguém grupo de risco da Covid-19?

+ ​MedSênior realiza teleatendimento médico

 
foto