Central de Atendimento: 4007-2001
Marcação de Consulta - Rede Própria: 0800 840 5505 Dúvidas sobre saúde: 0800 0800 551 SAC: 0800 605 5505 ES | MG | PR | DF | RS | RJ

Notícias - MedSênior

O que fazer em Curitiba? Saiba tudo sobre a 'cidade modelo'!


Conhecida por suas baixas temperaturas e alto investimento em sustentabilidade, Curitiba é, em muitos aspectos, um exemplo para o resto do Brasil. Capital do Paraná, a cidade é a mais populosa da região Sul do país, com uma população que passa dos 1,9 milhões. 

Além de suas belíssimas paisagens naturais e planejamento urbano, Curitiba também é uma das cidades onde mais se dedica à saúde. Somente em 2019, segundo dados da Prefeitura Municipal de Curitiba, foi batido o recorde de investimento no setor, chegando a 1,9 bilhão de reais. Reunindo recursos municipais, estaduais e federais, esse foi o maior investimento da história do município.

Não é à toa que Curitiba recebeu o apelido de 'cidade modelo'. Mesmo sendo uma cidade grande, e uma das principais da região, concentrando o maior número de pessoas, Curitiba leva a fama de ter um excelente planejamento urbano, com facilidade de locomoção, e amplas zonas de preservação ambiental, que ganham os olhos dos turistas. E, é claro, também é um dos lugares favoritos para o MedSênior estar!
 

O que fazer na capital paranaense?

Sendo uma capital, a vida em Curitiba é repleta de opções para quem é morador ou está só de passagem, seja para uma programação mais cosmopolita, ou em pleno contato com o meio ambiente. E, quando se fala nessa cidade, é impossível não associá-la com o Jardim Botânico de Curitiba.

Um dos principais pontos turísticos da cidade, o parque foi inaugurado em 1991, com largos tapetes de flores, inspirado nos jardins franceses. Possui uma trilha de 200 metros de extensão, no qual você pode se aventurar pelos cheiros e sensações. Sua enorme estufa abriga uma centena de espécies de plantas e flores que são referências nacionais. 

Outra opção para aproveitar a cidade e a natureza é no Bosque Alemão, que oferece um dos melhores pontos da cidade para quem curte observação. O espaço tem mais de 38 mil metros quadrados, com uma natureza exuberante e uma construção inspirada na arquitetura germânica. Além disso, existe uma trilha em uma mata fechada que descreve o conto de João e Maria, um passeio imperdível para curtir em família.

Somado a isso, o Parque Barigui também é uma das principais referências da cidade. É um dos maiores de Curitiba, sendo também um dos mais antigos, fundado em 1972. É lar de diversos animais silvestres e pequenos roedores, como capivaras, aves e jacarés. Foi um parque projetado de maneira linear, cujo principal objetivo era a contenção de enchentes e preservar a mata nativa da bacia do Rio Barigui na região.

Com forte raiz europeia, Curitiba guarda também o Memorial Ucraniano, ativo desde 1995. Ele é localizado no Parque Tingui, em homenagem aos imigrantes que chegaram nessa região do país no século XIX. Quem o visita, tem uma verdadeira experiência de imersão no local, com construções de madeira em estilo bizantino, relembrando a estética ucraniana.

O memorial é uma oportunidade conhecer mais a cultura folclórica e as festas típicas desse povo tão rico, como a Bênção dos Alimentos (no Sábado de Aleluia), a Festa Nacional da Ucrânia (em agosto), a Festa da Colheita (em outubro) e a Festa de São Nicolau (em novembro).

Como outro ponto de observação da cidade, a Torre Panorâmica é um dos mais atrativos. Com mais de 100 metros de altura, é possível ter uma visão 360º de Curitiba, desde a Serra do Mar até a Escarpa Devoniana. O mirante é uma torre de telefonia, onde é possível conhecer mais da história da cidade e do início da comunicação nela: os primeiros habitantes, indígenas, colonizadores, além da evolução da cidade. Como bônus, é um excelente lugar para curtir o pôr do sol!

Quem gosta de cultura, também vai amar a Ópera de Arame! Seu nome foi dado devido sua construção, feita de tubos de aço e estruturas metálicas, coberto com placas transparentes. Inaugurada em 1992, recebe todos os tipos de espetáculos, que vão desde a cultura popular ao erudita, com capacidade de mais de 1.500 espectadores. Além de ser lindo por dentro, ele está no meio de uma paisagem única no Parque das Pedreiras.

Dentre suas ruas mais famosas, Curitiba abriga a Rua XV de Novembro, também conhecida como Rua das Flores. É a primeira via pública exclusiva para pedestres em todo o Brasil, inaugurada em 1972. Ela se estende do centro da cidade até a esquina da Rua Presidente Faria, como um enorme calçadão. É o logradouro de diversos edifícios e sobrados centenários, além de bares, restaurantes e muito comércio local. E, além de tudo, é um patrimônio tombado por lei.

E, para apreciar ainda mais a arte e a cultura, que tal dar uma passada no Museu Oscar Niemeyer? Também conhecido como Museu do Olho, a construção é um complexo de dois prédios instalados numa área de 35 mil metros quadrados, dos quais 19 mil são dedicados somente às exposições. O primeiro prédio foi construído pelo renomado Oscar Niemeyer, concebido inicialmente como um instituto de educação. O forte do museu está nas artes visuais, arquitetura e design, oferecendo inspiração a todos os visitantes.

Por fim, se estiver em Curitiba, não esqueça de visitar a Feira do Largo da Ordem! Ela funciona aos finais de semana e abriga tudo o que você encontrar na cidade, desde artesanato, literatura, e gastronomia. Por estar localizada no centro histórico do município, é rodeada de edifícios antigos e que contam a história local, com pisos de paralelepípedo que relembram o século XIX.

Confira esses e outros benefícios de viver em Curitiba junto com o MedSênior clicando aqui!
foto