Notícias - MedSênior

4 dicas para evitar as Fake News em época de coronavírus


Segundo uma pesquisa realizada pela Avaaz, neste momento de pandemia, sete em cada dez internautas brasileiros (aproximadamente 100 milhões) acreditam em ao menos uma Fake News a respeito do coronavírus. Principalmente nas redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas como o WhatsApp, a disseminação dessas notícias falsas e/ou imprecisas tem tirado o sossego de muita gente. Para evitar que isso aconteça e, até mesmo, manter a qualidade da saúde mental neste período, nós, do MedSênior, separamos quatro dicas. Confira!
 
1. Verifique as fontes
 
O principal cuidado que se deve ter para evitar consumo de Fake News é sempre checar a credibilidade e confiabilidade das notícias. No caso do coronavírus, as principais fontes oficiais e que devem ser priorizadas são a Secretaria de Saúde do Município (SMS), a Secretaria de Saúde do Estado (SESPA), a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Infectologia.
 
2. Leia toda a matéria
 
Muitas vezes lemos somente o título ou a chamada da matéria e isso é um grande erro. Para evitar notícias imprecisas ou até mesmo as Fake News, é preciso ler todo o texto, principalmente antes de compartilhá-la.
 
3. Cheque a data de publicação
 
Especialmente na área da saúde, uma informação publicada há uns meses ou semanas atrás pode não ser mais verídica. Um exemplo é o uso das máscaras, que no início da pandemia eram recomendadas somente para as pessoas que estivessem gripadas, hoje como sabemos, o uso deve ser geral e sempre que sairmos à rua. Como os estudos da saúde avançam com agilidade, é de suma importância checar a data de publicação da matéria.
 
4. Preste atenção na estrutura do texto
 
Geralmente as Fake News compartilhadas nas redes sociais, em especial no WhatsApp, contêm na estrutura do texto erros de pontuação, letras em caixa alta, muitos pontos de exclamação e revelações consideradas bombásticas - que você não encontra em nenhum outro lugar. Tudo isso são sinais de alerta, pois indicam informações pouco confiáveis.
 
O que achou dessas dicas? Agora, basta colocá-las em prática e sempre que identificar uma Fake News avise às pessoas próximas. Assim, você conseguirá alertá-las também.
 
Aproveite para conferir mais dicas importantes para este momento de pandemia. Veja:
 
Dicas de cursos online para fazer durante a quarentena
 
Como manter a saúde emocional na quarentena?
 
Fonte: Ministério da Saúde.
foto