Central de Atendimento: 4007-2001
Marcação de Consulta - Rede Própria: 0800 840 5505 Dúvidas sobre saúde: 0800 0800 551 SAC: 0800 605 5505 ES | MG | PR | DF | RS | RJ

Notícias - MedSênior

Como cuidar da diabetes? Descubra tudo sobre a doença agora!


Por mais que seja uma doença comum, muitas pessoas têm dúvidas de como cuidar da diabetes. Contudo, existem algumas formas de cuidar do problema e até mesmo preveni-lo. Neste post, trouxemos diversas informações sobre a doença, como preveni-la e os possíveis tratamentos. Leia agora mesmo e inicie seus cuidados ainda este mês!

O que é a diabetes mellitus?

Segundo algumas informações disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, a diabetes mellitus é uma condição crônica (sem cura) que é causada pela produção insuficiente ou a má absorção de insulina. A insulina se caracteriza como um hormônio que é responsável pela regulação da glicose presente no nosso corpo e que garante a energia para o funcionamento do organismo.

Durante esse processo de regulação da glicose, a insulina quebra as moléculas de açúcar e as transforma em energia. A energia oriunda desse processo é usada para a manutenção das células do nosso organismo. Contudo, a partir do desenvolvimento da diabetes essa função é prejudicada e o nosso corpo passa a ter problemas para quebrar a glicose.

A diabetes mellitus pode levar ao aumento da glicemia, ocasionando problemas ao coração, rins, nervos e artérias. Contudo, em casos mais graves, essa patologia pode, inclusive, levar à morte. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, existem mais de 13 milhões de pessoas que convivem com a doença no Brasil, representando 6,9% da população.

Essa patologia conta com dois tipos, sendo a diabetes tipo 1 e a diabetes tipo 2. No entanto, também existe a pré-diabetes. As três contam com algumas diferenças e formas de tratamentos distintas. Continue a leitura e conheça melhor todas elas, assim como as formas de tratamento mais indicadas para cada uma!

Pré-diabetes: o que é e como tratar?

Assim como se pode ver pelo nome, a pré-diabetes é um período em que a doença ainda não se desenvolveu, mas onde os níveis de glicose se encontram mais altos do que o normal. Ela funciona como um sinal de alerta do próprio corpo e, comumente, está comumente ligada à obesidade, hipertensão ou alterações dos lipídeos.

A pré-diabetes é a única etapa onde a doença ainda pode ser revertida. Contudo, cerca de 50% dos pacientes com o diagnóstico de pré-diabetes acabam desenvolvendo a condição crônica.Essa fase da doença aponta uma taxa de glicemia entre 100 e 125 mg/dl.

O tratamento da pré-diabetes se dá por meio da melhora de hábitos. Para obter a melhora da doença, é necessário viver uma rotina mais saudável, que te ajuda a dificultar o aparecimento do problema. Confira algumas dicas:

  • Reduza o consumo de sal, gordura e açúcar;
  • Realize exames preventivos regularmente e se consulte sempre com o seu médico;
  • Evite o consumo de muito carboidrato;
  • Coma frutas, legumes e verduras diariamente;
  • Pratique pelo menos 30 minutos de exercícios físicos por dia;
  • Mantenha o peso controlado.

Como cuidar da diabetes?

O tratamento para a doença vai variar de acordo com o seu tipo e grau. No entanto, para a terapia medicamentosa, existem diversos tipos de antidiabéticos ou hipoglicemiantes utilizados para combater a patologia. Confira qual tipo de tratamento é mais indicado para as diabetes Tipo 1 e 2.

Diabetes tipo 1: causas, sintomas e tratamento

Ela é uma doença crônica hereditária, ou seja, se manifesta apenas em pessoas que contam com parentes próximos que têm ou tiveram a doença. No caso dessa variação, as células do pâncreas não são capazes de produzir a insulina. O tratamento é feito por meio da injeção de insulina, de acordo com as orientações médicas. Confira os sintomas da diabetes tipo 1:

  • Fome frequente;
  • Sede constante;
  • Vontade de urinar várias vezes ao dia;
  • Perda súbita de peso;
  • Fraqueza e fadiga;
  • Alterações de humor;
  • Náuseas e vômito.

Diabetes tipo 2: causas, sintomas e tratamento

Essa variação ocorre quando o corpo não aproveita corretamente a insulina produzida. A diabetes tipo 2 está relacionada ao sobrepeso, sedentarismo, hipertensão e hábitos alimentares inadequados. Para o tratamento é necessário fazer uma mudança de hábitos e alimentação. 

Caso os níveis de açúcar no sangue não se normalizem, o médico pode indicar o uso de antidiabéticos orais. Porém, pode ser necessário o uso de insulina injetável. Conheça os sintomas da diabetes tipo 2:

  • Fome frequente;
  • Sede constante;
  • Formigamento nos pés e mãos;
  • Vontade de urinar várias vezes;
  • Infecções recorrentes na bexiga, rins e pele;
  • Feridas que demoram para cicatrizar;
  • Visão embaçada.

Conte com a MedSênior!

Para um tratamento eficaz e prevenção da diabetes é necessário o acompanhamento médico. Na MedSênior, você tem acesso aos melhores profissionais, especializados na terceira idade, que vão te ajudar no seu tratamento. Para contratar agora o plano, basta clicar aqui!
foto