Notícias - MedSênior

Como não desistir de um objetivo? Te damos a resposta neste artigo!


O início de um ano é visto também como uma oportunidade de começar algo novo e tirar planos do caderno. Mas como não desistir? Esse é um dos piores pesadelos de muitas pessoas, porém, não é difícil de resolver. Veja dicas para conseguir manter o foco e chegar lá!

 

A virada de ano faz com que muitas pessoas reflitam sobre a vida e o que precisa ser mudado. Alguns, no entanto, vão além e resgatam objetivos que ficaram no passado. Com isso, é dado início a uma nova etapa: a de realizar as metas traçadas. Porém, parte dessas pessoas irão parar na metade do caminho.

 

Prova disso é uma pesquisa feita pela Universidade de Scranton, na Pensilvânia. Segundo o estudo, apenas 8% das pessoas que traçaram metas, irão cumpri-las de fato ao longo do ano.

 

Por sua vez, ter e cumprir atividades pode trazer diversos benefícios para as pessoas. 

Benefícios de ter e cumprir metas 


Deixando de lado os pensamentos de como não desistir, ter e cumprir metas e objetivos é bastante positivo para algumas áreas da vida, principalmente para a saúde mental. Você poderá ganhar em motivação, obter mais foco, aprender a não parar pela metade e ter satisfação e alegria ao concluir uma atividade.

 

Além disso, há benefícios como se planejar melhor, ganhar autoconhecimento e aprender a lidar com as diversas emoções que surgirão ao longo do caminho.

Leia também: Faculdade depois dos 50: benefícios de estudar para a saúde

 

Erros comuns ao planejar atividades

Uma vida mais saudável, voltar a estudar, economizar dinheiro: essas são apenas algumas das atividades pensadas ao dar início ao planejamento de um novo ano. Porém, muitos são os motivos que levam as pessoas a não concluírem essas metas traçadas. 

 

Geralmente, o principal está atrelado a pequenos erros cometidos ao longo do caminho, que desencadeiam o pensamento de como não desistir. Para que elas saiam do papel, essas falhas devem ser identificadas e solucionadas. Conheça as principais:   

Falta de planejamento


Apenas pensar em uma atividade e partir para executá-la é um prato cheio para o risco de não realizá-la. Isso porque, além de não ter havido planejamento, também não houve uma reflexão sobre aquela meta.

 

Não pensar em como realizá-la ou em como não desistir dela quando a vontade bater, te deixará despreparado e pode afetar os resultados da atividade.

 

Assim, colocar no papel qual é a atividade, como ela pode ser executada e quais passos serão necessários, diminuirá a probabilidade de erros. 

Metas muito abrangentes


Por mais que seja um objetivo que você deseja muito realizar, criar metas muito abertas implica em cumprir atividades tão amplas quanto. Com isso, pode ser que elas não consigam ser alcançadas assim tão facilmente. 

 

Ao se dar conta do fato, o primeiro pensamento será justamente o de desistir. Portanto, ao pensar em uma meta, deve haver o questionamento: ela é muito ampla?

 

Caso a resposta seja sim, busque especificar esse objetivo, o tornando mais fácil de ser alcançado ou pelo menos dentro da sua realidade no momento.

Pular etapas


Na ânsia de terminar logo uma atividade e talvez até mesmo um artifício de como não desistir dela, é comum que as pessoas queiram adiantar processos. Porém, a prática pode alterar completamente o caminho até cumprir a meta, dificultando essa jornada.

 

Pular etapas também pode ser prejudicial para a saúde mental, gerando uma autocobrança maior do que realmente deveria.

A ansiedade


As pessoas são ansiosas naturalmente, é fato, mas quando se trata de cumprir atividades, pode ser que essa sensação piore, gerando outros problemas, como o medo de tentar executar.

 

Dessa maneira, buscar por atividades que estão ao seu alcance e dentro da realidade, além de se preparar mentalmente para aquele objetivo, auxiliará a diminuir esse sentimento.

 

Outra maneira de como não desistir desses objetivos por ansiedade é indo por etapas, sendo um degrau de cada vez.

Deixar o passado refletir no presente


Quem já desistiu de alguma atividade no passado, às vezes cria um bloqueio em tentar novamente no presente. Quando não, acaba se lembrando dos fracassos passados em meio a uma nova tentativa.

 

Essas lembranças, no entanto, são bastante prejudiciais ao processo de execução de uma atividade. Dessa maneira, entender que o passado não reflete no presente e que a atual atividade em nada tem a ver com o fracasso da antiga, te dará mais força e foco para agir em prol de como não desistir.

Como não desistir de concluir atividades


Se você já se planejou e fez diversas tentativas de concluir as atividades desejadas, mas ainda assim acaba parando no meio do caminho ou não conseguindo, veja algumas dicas para tornar esse trajeto mais fácil:

Vá aos poucos


Não tem que ser vergonha retroceder um pouco para conseguir dar conta daquela atividade. Assim como não é necessário terminá-la com rapidez. Portanto, seguir por em etapas, uma de cada vez, te dará a oportunidade de entender o que está fazendo e conseguir cumprir com o prometido. Se necessário, crie pequenos objetivos até alcançar o principal deles.

Caminhe junto 


Muitas vezes, a sua dificuldade de cumprir uma atividade está justamente na falta de companhia ou de uma rede de apoio. Busque envolver a família e os amigos na atividade, afinal, caminhar junto pode ser bem mais prazeroso.

 

Caso queira seguir sozinho(a), não pense duas vezes em conversar com eles se sentir necessidade. Utilize a tática como uma maneira de não desistir.

Manter o foco


Outro fator que implica diretamente na desistência de um objetivo é a dificuldade em manter o foco. Obstáculos irão surgir e o desânimo também pode bater à porta no meio do caminho. No entanto, se você estiver com o foco em dia, conseguirá ultrapassar essas barreiras.

 

Uma maneira de como não desistir de se manter focado(a), pode ser analisar as metas que ainda precisam ser alcançadas e todo o percurso feito para chegar até ali. Dessa maneira, você encontrará motivação para continuar.

Como manter a motivação?


Por último, a motivação é uma aliada e tanto no caminho e deve estar presente. Não há uma maneira exata de conquistá-la, até porque, o autoconhecimento é quem te ajudará a descobrir esses pontos. Contudo, a melhor forma de manter essa chama acesa é pensando na realização do objetivo e do quanto você já conquistou ao chegar até ali.

 

Você pode não ter percebido, mas o trajeto gerado por uma atividade não te ajudou apenas em como manter a motivação, mas também a crescer e se conhecer melhor durante o processo.

Geração+ informada 

foto