Notícias - MedSênior

Coronavírus: os cuidados para se prevenir devem continuar


É de conhecimento de todos que a pandemia do novo coronavírus não tem precedentes semelhantes no século XXI. Desde março deste ano, quando decretada a quarentena, para muitos foi preciso se reinventar para se manter seguro e seguir um novo normal que se adequasse à rotina. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o primeiro caso confirmado no Brasil foi no dia 22 de fevereiro, um homem de 61 anos, morador de São Paulo.
 
Já se passaram mais de seis meses e a rotina de cuidados com a higiene aumentou. E muitos hábitos como ir ao mercado e se reunir com os amigos, precisaram ser reelaborados para a nova realidade. Pensando nisso, nós, da MedSênior, preparamos um conteúdo incrível sobre esse assunto para te deixar bem informado.
 
Novo normal
Umas das principais mudanças sofridas, por conta da pandemia da COVID-19, foi a reclusão, a qual, toda população precisou se isolar para evitar a contaminação. Dessa forma, os trabalhos foram adaptados para o formato home office, a tecnologia se tornou aliada para as reuniões de família e amigos, as compras passaram a ser feitas de forma online e, aqueles que ainda precisavam sair para seus compromissos, redobraram os cuidados, com o uso de máscara, álcool gel e mantendo o distanciamento físico.
 
Além de todos os protocolos de segurança indicados pelas organizações de saúde, nacionais e estaduais, foi preciso aumentar a frequência dos hábitos de higiene, como lavar as mãos e manter os ambientes sempre limpos. Também se tornou necessário manter uma rotina de vigilância quanto a higienização das compras que chegam do mercado, dos sapatos e roupas usados na rua, além dos objetos utilizados frequentemente, como celulares, bolsas, relógios, anéis.
 
Quais cuidados devo manter para me prevenir do coronavírus?
A rotina é algo que criamos para nos organizar no dia a dia e, mesmo que muitas pessoas já estejam adaptadas ao novo normal, é preciso monitorar os cuidados para que eles continuem eficazes na prevenção da contaminação do coronavírus. Dessa forma, vamos citar alguns hábitos que você deve praticar para ter um ambiente seguro em casa e proteger a sua família.
 
1 - Chegada segura
Ao chegar em casa, evite permanecer com os sapatos e roupas utilizados do lado de fora. Organize um espaço na entrada para que os sapatos e objetos pessoais como chaves, óculos e celulares.
 
2 - Compras higienizadas
Alimentos e embalagens vindas do supermercado podem ser um meio de contaminação, por isso antes de organizá-las na despensa, crie a rotina de desinfetar toda a compra. Os alimentos naturais como folhas, verduras e legumes podem ser lavados em uma solução de água sanitária, já os pacotes e embalagens de industrializados devem ter as superfícies limpas com álcool 70%.
 
3 - Saída protegida
Ainda de acordo com o Ministério da Saúde (OMS), a forma mais eficaz de prevenir a contaminação do novo coronavírus é o isolamento social. Mas há casos em que a saída é inadiável, dessa forma, é preciso redobrar os cuidados para se proteger também fora de casa. O uso da máscara é essencial para evitar o contágio, além de evitar tocar em locais comuns a muitas pessoas e compartilhar objetos pessoais como máscaras, copos, talheres e aparelhos telefônicos.
 
4 - Aglomeração? Apenas de forma virtual
A orientação de manter até 2 metros de distanciamento é necessária para diminuir as chances de contaminação por meio do contato ou das gotículas de saliva, por isso, é de extrema importância que as aglomerações presenciais sejam evitadas. E para se reunir com os amigos e família no formato online, existem as opções de aplicativos de videochamada, como Microsoft Teams e Meet.
 
Geração + segura e informada
 
Aqui no blog da MedSênior você encontra muitos outros conteúdos para se manter bem informado. Veja mais posts!
 
Quais são as doenças que tornam alguém grupo de risco da COVID-19
 
Saúde mental durante a pandemia: conheça a campanha do Ministério da Saúde
 
Fonte: Organização Mundial da Saúde (OMS)
foto