Notícias - MedSênior

Dia da Imunização: importância de manter as vacinas em dia


O Dia da Imunização, celebrado anualmente em 9 de junho, tem como objetivo  conscientizar a população sobre a importância de manter as principais vacinações em dia. Segundo o geriatra da MedSênior Dr. Roni Chain Mukamal, a imunização é uma estratégia de prevenção fundamental para a Geração+, já que é totalmente comprovada, segura e eficaz. O profissional ressalta também a importância dos idosos realizarem corretamente as vacinações dentro do calendário vacinal. Saiba mais neste post!
 
Qual a importância da imunização?
 
Apesar de desenvolvermos imunidade ao longo da vida, principalmente com a adoção de hábitos saudáveis, estamos suscetíveis a determinadas doenças, como a gripe. Nesses casos, a vacinação é primordial para fornecer novos anticorpos que o organismo não produz.  De acordo com dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a medida é responsável por evitar de 2 a 3 milhões de mortes por ano.
 
O Ministério da Saúde criou o Calendário Nacional de Vacinação que contempla, desde crianças e adolescentes, até adultos e idosos. Ao todo, são disponibilizadas 19 vacinas para mais de 20 doenças - a proteção inicia ainda nos recém-nascidos e  pode se estender por toda a vida. Por ano, o Ministério da Saúde aplica mais de 300 milhões de doses de vacinas na população brasileira.
 
Quais são as principais vacinas que a Geração+ deve manter em dia?
 
Dr. Roni Chain Mukamal alerta que entre as vacinas mais importantes para a Geração+ está a da gripe, conhecida como Influenza, que deve ser realizada anualmente - uma vez que este vírus está em constante mutação - e, geralmente, a dose deve ser tomada antes do inverno. “Essa vacina protege o idoso, principalmente das complicações da gripe, já que essa doença tem um impacto muito grande sobre esse grupo”, completa. 
 
Outra importante vacina para os idosos, segundo o especialista, é para o pneumococo - um germe que, na maioria dos casos, causa pneumonia e meningite. A primeira delas, VPC13, está disponível no SUS. Além disso, a vacina do herpes zóster (vírus da catapora) é recomendada para todas pessoas com mais de 60 anos, incluindo aquelas que já tiveram a doença.
 
Conheça o Blog!
 
Separamos outros conteúdos que podem te interessar. Aproveite para conferir:
 
Como manter a saúde emocional na quarentena?
 
Tudo sobre plano de saúde para idoso
 
 
Fonte: Dr. Roni Chain Mukamal, geriatra MedSênior, CRM 9745 e RQE 6575.
foto