Central de Atendimento: 4007-2001
Marcação de Consulta - Rede Própria: 0800 840 5505 Dúvidas sobre saúde: 0800 0800 551 SAC: 0800 605 5505 ES | MG | PR | DF | RS | RJ

Notícias - MedSênior

Mês do Idoso: 5 dicas para viver melhor


No dia 01/10 é comemorado o Dia do Idoso, no entanto, para nós, da MedSênior, o mês todo deve ser motivo de celebração, divulgação de informações sobre vida saudável e conscientização sobre a importância do autocuidado na terceira idade. Por isso, inspirados pelo Mês do Idoso, trouxemos este post, onde vamos te dar dicas de como viver melhor mudando alguns hábitos no seu dia a dia. 

Segundo um artigo do Ministério da Saúde, atualmente, estamos vivendo uma transição única no processo demográfico mundial. Essa mudança resulta em um maior número de pessoas idosas, devido ao avanço da medicina, em contraponto ao menor número de nascimentos. Ou seja, a proporção de pessoas 60+ está em uma proporção muito maior atualmente.

O Dia Nacional do Idoso, de acordo com o Ministério da Saúde, tem como objetivo chamar a atenção para as desigualdades vividas pelos idosos, a conscientização e criação de políticas para o trabalho, proteção social e saúde, e refletir sobre os estereótipos relacionados à população idosa.

Graças ao avanço da medicina, portanto, vivemos mais e temos a oportunidade de aproveitar todos os benefícios da terceira idade. Contudo, para isso, é necessário que estabeleçamos alguns hábitos saudáveis, que vão garantir que, além de vivermos mais, possamos ter a saúde necessária para aproveitar a vida.

Pensando em te ajudar a conquistar uma vida mais saudável, separamos algumas dicas indispensáveis para você aplicar no seu dia a dia. Continue a leitura e fique por dentro de 5 dicas para viver melhor a terceira idade!

1. Tenha uma alimentação saudável

A primeira dica relacionada à alimentação saudável é sempre dar preferência para alimentos frescos e orgânicos. Priorizando esse tipo de alimento e evitando as comidas industrializadas, você já terá um avanço considerável na qualidade da sua alimentação. Contudo, para garantir uma nutrição rica de todas as vitaminas e minerais necessários, há mais algumas mudanças que precisa fazer.

Consuma proteínas

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para uma alimentação nutritiva. Contudo, é costumeiro que, logo quando a idade traz dificuldades para mastigar, o que faz com que o idoso acabe diminuindo o consumo de proteínas, em especial a carne. 

No entanto, isso não deve ser feito, o ideal é que se mantenha o consumo de proteínas e, em caso de dor ou incômodo, o idoso busque um dentista. Porém, além da carne vermelha, o cardápio precisa contar com aves, leite, ovos, peixes e alimentos ricos em ferro.

Tenha um prato colorido

Uma dica de ouro para garantir refeições mais nutritivas é a de ter pratos sempre muito coloridos e diversificados. Procure, também, variar sempre os legumes e verduras que você consome diariamente para garantir refeições ricas em nutrientes.

Na hora da feira, por tanto, pode pegar o máximo de alimentos naturais que encontrar para compor seu prato. Pode apostar em berinjelas, abacates, tomates, alfaces, rúculas, milhos e abóboras.

2. Mantenha seu corpo ativo

A prática de exercícios regularmente durante a terceira idade é indispensável para ter mais saúde, disposição e manter o corpo em dia. Esse hábito ajuda a melhorar o equilíbrio, coordenação motora, fortalece a musculatura e, até mesmo, ajuda a manter a autoestima sempre em dia. Por isso, é importante ter uma rotina de exercícios, seja em casa, ao ar livre ou na academia.

Exercite-se em casa

Durante o período que estamos vivendo, por mais que a vacina já tenha chegado, é importante manter os cuidados e isolamento social. Por isso, algumas pessoas, principalmente as idosas, estão optando por fazer exercícios em casa. Alguns exercícios perfeitos para realizar sem precisar sair são:

  • Agachamento;

  • Flexão de braço;

  • Abdominal;

  • Flexão de quadril;

  • Alongamento.

Exercícios ao ar livre

Se você é daqueles que prefere aproveitar os exercícios ao ar livre, em primeiro lugar, deve pensar na sua segurança. Por isso, ao sair para se exercitar, lembre-se do uso da máscara e mantenha o distanciamento social. Alguns exercícios perfeitos para quem ama sair para aproveitar o ar fresco são:

  • Corrida no parque;

  • Caminhada no próprio quarteirão;

  • Uso dos equipamentos das academias públicas ao ar livre.

Exercícios na academia

Há, também, aqueles que preferem ir para academia para se exercitar. Nestes casos, vale todas as dicas de prevenção e cuidados relacionados ao período que estamos vivendo. Um dos principais benefícios da academia está no acompanhamento profissional com um personal trainer, que irá indicar os melhores exercícios levando as suas necessidades e limitações em consideração.

3. Exercite o seu cérebro

Cuidar do próprio cérebro é tão importante quanto ter uma alimentação saudável e exercitar o próprio corpo. A partir do avanço da idade, é comum que a memória comece a falhar e que o idoso comece a sentir que a cabeça não está funcionando. Contudo, esses problemas podem, em alguns casos, serem contornados ao se exercitar a mente.

Leia todos os dias

A leitura, sem sombra de dúvidas, é um dos exercícios mentais mais eficazes. Ela ajuda a treinar o seu foco, atenção e a memória de curto e longo prazo. Por isso, tire um tempo todos os dias para aproveitar uma boa leitura, seja de uma revista, um jornal, um blog ou um livro, o importante é ler!

Jogue um pouco mais

Alguns jogos, como o sudoku, jogo da memória, quebra-cabeças, caça-palavras e palavras-cruzadas também são ótimas opções para exercitar a mente. Eles ajudam a treinar a memória e desenvolver cada dia mais conhecimento.

4. Cuide da saúde emocional

Aliado aos exercícios mentais, é importante também cuidar da sua saúde emocional. Durante a terceira idade é comum que, devido às mudanças que a fase traz, o idoso desenvolva problemas como ansiedade, depressão e baixa autoestima. Por isso, o cuidado com as próprias emoções é indispensável, já que são essenciais para uma vida saudável.

Desenvolva seu autoconhecimento

A meditação, por exemplo, é um método muito eficaz para o autocuidado e conhecimento das próprias emoções. Ela ajuda você a se conhecer melhor, acalmar a mente e manter a paz interior em dia. Por isso, é uma ótima opção para manter a saúde emocional em dia.

Busque um psicólogo

Realizar terapia com um profissional é indispensável para o autocuidado e autoconhecimento. O acompanhamento com um médico e um psicólogo ajuda a tratar e prevenir o aparecimento de diversos problemas, bem como a tratar a saúde emocional.

5. Faça acompanhamento médico

A Medicina Preventiva é indispensável para uma vida saudável. Isso porque, quando você se consulta regularmente e sempre faz um check-up geral, fica bem mais fácil  prevenir o aparecimento de diversos problemas de saúde. 

Na MedSênior a Medicina Preventiva é o principal foco. Nós buscamos não apenas tratar problemas de saúde, mas sim, cuidar da sua saúde pensando em prevenir que eles apareçam. Caso ainda não tenha esse cuidado na sua vida, basta clicar aqui e contratar o plano da terceira idade, que junto a você, vai buscar construir uma vida mais saudável.
foto