Central de Atendimento: 4007-2001
Marcação de Consulta - Rede Própria: 0800 840 5505 Dúvidas sobre saúde: 0800 0800 551 SAC: 0800 605 5505 ES | MG | PR | DF | RS | RJ

Notícias - MedSênior

Novembro azul: como o idoso deve se cuidar?


O Novembro Azul é o mês mundial de combate ao câncer de próstata. De acordo com o Ministério da Saúde, esse tipo de câncer é a causa da morte de 28,6% da população masculina que sofre com alguma neoplasia maligna. Além disso, no Brasil, a cada 38 minutos um homem morre em decorrência dessa doença.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata, ainda, pode ser considerado um câncer da terceira idade. Isso se deve ao fato de que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem em homens que passaram dos 65 anos. Contudo, isso não é uma regra e a recomendação médica é que os exames preventivos comecem a partir dos 45 anos de idade, dependendo de cada caso.

Ainda de acordo com as informações disponibilizadas pelo INCA, o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, após o câncer de pele. Contudo, por mais que comum, essa patologia pode ser prevenida e tratada. Neste post, trouxemos mais informações sobre o assunto, formas de prevenção e tratamento. Continue a leitura e confira agora mesmo!

O que é a próstata?

A próstata é uma glândula presente nos homens, que se encontra localizada na parte frontal do reto, logo abaixo da bexiga. Essa glândula, ainda, envolve a parte superior da uretra, que é o canal responsável pela passagem da urina. Segundo a cartilha divulgada pelo INCA, em 2017, a função dela é produzir o líquido que compõe o semem e tem a função de nutrir e proteger os espermatozoides.

Conheça melhor o câncer de próstata

As células, as menores partes do corpo humano, têm a característica de se multiplicarem durante toda a vida de uma pessoa. Contudo, quando começa a ocorrer um crescimento descontrolado das células, pode haver a formação de tumores que podem ser benignos ou, em certos casos, malignos, se caracterizando como um câncer.

O câncer de próstata se caracteriza justamente por esse crescimento celular na região da glândula. Na maioria das vezes, essa patologia se desenvolve de forma lenta e nem chega a apresentar sinais. Contudo, em outros casos, o tumor pode crescer rapidamente e se espalhar para os outros órgãos, levando até mesmo à morte.

Fatores de risco do câncer de próstata

Essa patologia pode ter seu risco aumentado dependendo do histórico médico, familiar e alguns hábitos que os homens mantêm durante a vida. Em casos onde há a presença desses fatores, há a necessidade da realização de exames preventivos na frequência recomendada pelo seu médico. Conheça os fatores de risco apontados pelo Instituto Nacional do Câncer:

  1. Idade: ela é um fator de risco muito relevante, já que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente a partir dos 50 anos;
  2. Genética: os fatores genéticos ou hereditários devem ser considerados, principalmente quando conta com um pai ou irmão acometido pela patologia antes dos 60 anos;
  3. Obesidade: o excesso de gordura corporal aumenta o risco do desenvolvimento de um câncer de próstata avançado;
  4. Exposição química: a exposição a aminas aromáticas, petróleo, motor de escape de veículo, arsênio, policíclicos aromáticos, hidrocarbonetos, fuligem e dioxinas estão associadas ao desenvolvimento da patologia.

Sintomas do câncer de próstata

Em sua fase inicial, essa patologia pode não demonstrar nenhum sintoma. Contudo, ao apresentar sinais, existem alguns mais comuns que merecem total atenção. Confira abaixo uma lista de sintomas comuns à doença:

  • Dificuldades para urinar;
  • Presença de sangue na urina;
  • Problemas para começar e terminar de urinar;
  • Diminuição do jato de urina;
  • Dor óssea;
  • Dor ao urinar;
  • Vontade de urinar frequentemente.

Diagnóstico do câncer de próstata

A detecção precoce da doença é a forma mais indicada, já que na fase inicial há uma maior chance de cura. Recomenda-se que os homens que não apresentam nenhum fator de risco façam os exames preventivos com um urologista a partir dos 50 anos. Já aqueles que apresentam quaisquer indicativos de risco devem começar os exames a partir dos 45 anos, podendo variar de acordo com a recomendação do especialista.

O primeiro exame e um dos mais conhecidos é o exame de toque retal. Durante sua realização, o médico avaliará o tamanho, textura e forma da próstata, buscando qualquer anormalidade. Após a sua realização, o médico pode indicar o exame de sangue PSA, que mede a quantidade da proteína Antígeno Prostático Específico, que é produzida pela glândula - em níveis altos pode indicar a presença do câncer.

Contudo, para a confirmação do diagnóstico, é necessária a realização de uma biópsia. Durante esse teste são removidas algumas amostras da próstata. Essa coleta é enviada para análise e confirma se há ou não a presença de um tumor e se o mesmo é maligno ou benigno.

Tratamento do câncer de próstata

De acordo com o INCA, quando a doença é localizada, ou seja, atinge apenas a próstata, é comum a utilização da cirurgia e radioterapia como formas de tratamento. Em casos onde o tumor está mais avançado, mas ainda localizado, também é possível a combinação de cirurgia e radioterapia ou terapia hormonal. 

Contudo, em casos onde a patologia apresenta metástase, o tratamento mais indicado é a terapia hormonal. A partir da confirmação da doença, o seu médico, junto a você, escolherá a melhor forma de tratamento.

Como o idoso pode se prevenir?

A melhor forma de prevenção ao câncer de próstata se dá por meio da medicina preventiva. O ideal é que o homem consulte regularmente um urologista e realize os exames preventivos a fim de constatar a doença o mais cedo possível. Contudo, alguns hábitos do dia a dia também podem diminuir as chances de desenvolvimento da patologia. Confira quais são:

  • Mantenha uma alimentação saudável;
  • Exercite-se e cuide do próprio corpo;
  • Evite o sobrepeso e a obesidade;
  • Abandone o cigarro;
  • Evite o consumo de álcool regularmente.

Novembro Azul: cuidado geral com a saúde masculina

Além de ser o mês voltado para a informação e prevenção ao câncer de próstata, o Novembro Azul está relacionado à saúde masculina de forma geral. Por isso, durante este mês, estabeleça hábitos mais saudáveis e se consulte com o seu médico.

Aqui na MedSênior, você tem uma equipe 100% voltada para a medicina preventiva e cuidados do idoso, buscando o envelhecimento saudável. Ou seja, buscamos acompanhar a sua saúde regularmente a fim de te ajudar a alcançar a terceira idade da melhor forma possível. Contrate agora mesmo o plano da terceira idade e deixe a gente cuidar de você!
foto