Notícias - MedSênior

Menopausa e depressão: a MedSênior explica a relação!


A menopausa marca uma fase muito importante na vida de qualquer mulher. Costuma ocorrer a partir dos 45 anos – em alguns casos, antes ou um pouco depois. Significa a pausa, de fato, da produção dos hormônios femininos responsáveis pela reprodução. Em termos simples: é finalizado o estoque de óvulos, que, antes, eram liberados todos os meses com a menstruação. Nesta etapa, estudos comprovam, que as chances de depressão são muito altas. E é sobre como diagnosticar, tratar e prevenir esse problema, que trataremos neste post!

 

Falar em depressão, por muitos anos, foi um tabu. Ainda hoje, é necessário trazermos o assunto sempre à tona, quando tivermos oportunidade. Ela é, sim, uma doença e não escolhe idade e nem classe social. Pode ser evitada, em especial, em algumas fases mais suscetíveis, como é o caso da menopausa, com cuidados especiais.

 

Sintomas da menopausa

 

Os sintomas são sempre muito parecidos. Com certeza, ao menos as ondas de calor fora do comum, você já deve ter ouvido falar. As áreas mais atingidas no corpo são tronco, pescoço e rosto. Há casos em que chega a ocorrer uma vermelhidão na pele, causada pelo aumento da temperatura corporal.

 

Suor excessivo, palpitações, sensação de desmaio/fraqueza, problemas para dormir, irritabilidade, pele seca e cabelos sensibilizados, dores de cabeça e ansiedade, também são sinais manifestados com mais frequência.

 

Na menopausa, as alterações de humor e picos hormonais são verdadeiros convites ao desenvolvimento da depressão.

 

Brasil no ranking de países com maiores índices de depressão

 

A depressão chega de mansinho e, por vezes, quem passa por ela não aceita que possui e que precisa de tratamento. Levantamento feito pela Universidade Havard feito em 18 localidades aponta: Brasil está entre os países em desenvolvimento com maior incidência.

 

Como saber se estou com depressão durante a menopausa?

 

Selecionamos alguns sinais de que ela pode estar à porta e que você precisa procurar ajuda profissional!

 

Alertas: perda abrupta de interesse por coisas que adorava fazer, isolamento social, sentimentos negativos sobre si (como baixa autoestima, falta de esperança e vontade de se machucar), insônia, falta de energia e cansaço sem motivo aparente, dificuldade em se concentrar, angústia e compulsão. A sensação de fracasso e incapacidade também são constantes em casos depressivos.

 

Há formas de prevenir a depressão na menopausa?

 

Aqui na MedSênior levantamos a bandeira de que envelhecer com saúde é algo que pode fazer parte da vida de qualquer pessoa que se disponha a cuidar do corpo e da mente. Atividades físicas, hobbies que dão prazer, como ler, assistir a filmes, ir ao teatro ou cinema, passear com seus animais de estimação, namorar e aprender coisas novas, podem te ajudar.

 

Dica: que tal se inscrever em uma aula de natação ou dança? Essas iniciativas são pontapés iniciais contra a doença, sabia? Mantenha sua mente aberta e, principalmente, ativa!

 

Nosso plano de saúde para terceira idade, por exemplo, oferece diversos programas que atuam de forma preventiva a uma série de doenças, inclusive, a depressão. O Cabeça Boa, que trabalha com atividades mentais criativas, que auxiliam a manter o cérebro ativo, é um deles!

 

Diagnóstico da depressão

 

Assim como grande parte das doenças, a depressão também tem classificação. Há a leve, moderada ou grave. O diagnóstico precisa ser feito sob avaliação médica. Existem centenas de testes e questionários na internet, mas indicamos sempre que faça uma consulta com um especialista, em caso de suspeita. O profissional fornecerá todas as diretrizes necessárias para o tratamento adequado.

 

Na MedSênior, por exemplo, contamos com uma equipe de psicólogos qualificados e dispostos a ajudar no que for preciso.

 

Depressão tem cura?

 

Sim. A depressão tem cura. O tratamento pode ser feito em conjunto com psicólogos e/ou psiquiatra. Em alguns casos, envolve também o uso de medicamentos, que ajudarão a regular a química cerebral.

 

Esperamos ter ajudado com este material. Lembre-se de cuidar da sua saúde com carinho, sempre!


Fonte: Dr. Roni Chain Mukamal, geriatra MedSênior, CRM 9745 e RQE 6575. 

foto
Medsênior - cuidar, faz parte do nosso plano
Central de Atendimento
SAC: 0800 605 5505 4007-2001
Grande Vitória e Belo Horizonte
Av. Vitória, 1342, Ilha de Santa Maria
Vitória - ES - CEP 29051-040
ANS TISS