Notícias - MedSênior

Telemedicina traz praticidade e segurança para o atendimento médico


A telemedicina, ou seja, o atendimento médico à distância, tem se tornado cada vez mais comum no país. Entretanto, foram os últimos acontecimentos mundiais, como a chegada da pandemia do novo coronavírus, que a fizeram ser vista como uma possibilidade real. Saiba tudo sobre a prática e como agendar a sua pela MedSênior.

Os avanços tecnológicos contribuem diariamente para a telemedicina. Contudo, uma parte importante da área, o teleatendimento, que antes era visto como uma realidade distante, passou a se tornar uma opção viável com a chegada da quarentena e a necessidade de manter o isolamento social. 

Você sabe o que é teleatendimento, telemedicina e como eles funcionam?

Do que se trata a telemedicina?

A telemedicina é todo e qualquer tipo de atendimento médico feito à distância. Há relatos da existência da prática desde a década de 1960, sendo bastante comum em alguns países da Europa. Contudo, com os avanços da tecnologia e a chegada de smartphones e tablets, ela cresceu ainda mais.

Portanto, a prática pode ser utilizada em consultas médicas, leitura de exames e também para o monitoramento do quadro de saúde do paciente.
O que é teleatendimento?

Afinal, o que é teleatendimento? É o mesmo que telemedicina? Englobado na telemedicina, o teleatendimento médico é a prática de consulta à distância em si, realizada por áudio ou vídeo, entre paciente e profissional da saúde. Assim, ela pode ser feita tanto pelo telefone quanto pelo computador, com a ajuda de uma webcam.

Hoje, muitos planos de saúde já oferecem a telemedicina com a opção de consulta médica online para diversas áreas. Dessa maneira, é comum que ela seja utilizada por pacientes com dificuldades de locomoção ou que precisem de uma assistência mais ativa e constante. 

Leia também: quando ter um plano de saúde específico para a terceira idade?

A aprovação da telemedicina no Brasil

Apesar de já ser comum em outros países, a telemedicina é uma prática relativamente recente no Brasil. Ela foi regulamentada temporariamente em março de 2020, como uma maneira de auxiliar no combate à pandemia do novo coronavírus. 

No entanto, antes dessa aprovação temporária, o teleatendimento médico só podia ser feito em situações específicas e emergenciais, como:
  • Emissões de laudos;
  • Suporte de diagnóstico;
  • Suporte terapêutico.  

Até então foram anos lutando para tentar regulamentar a prática e assim expandir os teleatendimentos médicos, mas sem sucesso. Com a regulamentação temporária, os usuários passam a ter acesso à serviços de:
  • Teleorientação;
  • Telemonitoramento;
  • Teleinterconsulta;
  • Teleconsulta.
Mesmo com o prognóstico positivo para a telemedicina, determinados fatores ainda são obstáculos para a regulamentação oficial da prática no Brasil. Conheça alguns deles:

Obstáculos para a telemedicina no Brasil

Hoje, fatores como a dificuldade de acesso à internet e de manuseio de aparelhos digitais podem ser empecilhos para um teleatendimento mais difundido entre os pacientes brasileiros. Contudo, os profissionais da saúde também contam com dificuldades para colocar em prática a consulta médica online.

Além de alguns profissionais não estarem acostumados com as tecnologias da comunicação e as plataformas de atendimento, eles precisam ter conhecimentos éticos e profissionais específicos da prática. 

Por isso, é necessário que eles entendam a importância do sigilo de dados digitais dos pacientes durante a consulta médica online, a fazer o preenchimento do prontuário médico e o registro do mesmo. Toda a parte de atuação desses profissionais à distância também é importante. 

Dessa maneira, os médicos devem estar aptos a fazer as perguntas necessárias e a determinar o diagnóstico do paciente mesmo estando atrás de uma tela ou por telefone.

Contudo, é válido destacar que esses cenários estão sendo solucionados por médicos e planos de saúde que buscam investir cada vez mais na telemedicina. Assim, muitos deles já oferecem ou pretendem incluir a prática entre os serviços oferecidos.

É o caso da MedSênior!

Conheça o teleatendimento da MedSênior

A MedSênior sabe o quanto a Geração+ está cada vez mais conectada e busca por qualidade e praticidade na assistência médica. Por isso, nós somos um dos primeiros planos a oferecer a opção de teleatendimento para os beneficiários no estado.

Com o teleatendimento do MedSênior você pode obter consultas, diagnósticos, receitas médicas e exames, além de tirar dúvidas com um profissional capacitado. Tudo isso sem precisar sair de casa ou esperar longos momentos por atendimento.

Oferecemos um teleatendimento médico por telefone, em um canal exclusivo. Se você já é beneficiário, pode ter acesso por meio do número: 0800 0800 551. Após ligar, você passará por uma triagem que irá identificar o caso. Por último, será encaminhado(a) para um atendimento mais específico. 

Conheça mais sobre a nossa opção de teleatendimento médico, clicando AQUI

Geração+ informada 
foto