Central de Atendimento: 4007-2001
Marcação de Consulta - Rede Própria: 0800 840 5505 Dúvidas sobre saúde: 0800 0800 551 SAC: 0800 605 5505 ES | MG | PR | DF | RS | RJ

Notícias - MedSênior

Ansiedade em idosos na quarentena: saiba como controlá-la!


O distanciamento social e a necessidade de fazer quarentena pode causar ansiedade em idosos. Com a mudança brusca na rotina, a Geração+ teve que se adaptar e procurar alternativas para lidar com o atual momento. Entenda os efeitos da doença e como preveni-la no dia a dia.

A expectativa de vida crescente no Brasil, junto com os avanços sociais, fizeram com que a terceira idade se tornasse uma fase mais ativa. No entanto, também é um momento em que ocorrem mudanças, como a aposentadoria. Dessa maneira, a ansiedade pode acabar surgindo.

Quando surge a ansiedade em idosos?

A ansiedade em idosos é uma situação comum na terceira idade. Ela costuma ocorrer quando as pessoas se sentem limitadas, seja pela mudança de rotina ou até por problemas físicos. Com isso, essas limitações passam a gerar a ansiedade, o que pode desencadear outras doenças, se não tratada.

Também há o medo, fator que influencia no aparecimento da ansiedade em idosos e até na depressão. Na quarentena, tendo que ficar em casa e sem poder praticar certas atividades, a doença pode aparecer bem mais. Por isso, é preciso ter atenção aos sintomas.

Diferente dos mais jovens, os idosos sentem os sintomas de uma crise de ansiedade de forma mais específica. Com eles, não há uma reclamação de tristeza ou de não ter prazer nas atividades cotidianas.

Veja os principais sintomas de uma crise de ansiedade em idosos:
  • Dores físicas;
  • Pouca apetite;
  • Problemas de memória;
  • Dificuldade para dormir.

Quais os prejuízos da ansiedade em idosos?

A ansiedade pode se manifestar em cada um de uma maneira específica. Dessa forma, nem sempre é percebida e tratada rapidamente por parte do paciente e sua família, o que pode trazer prejuízos.

De maneira geral, os principais prejuízos das crises de ansiedade em idosos estão relacionados à rotina ou às relações interpessoais. Pessoas ansiosas costumam sofrer com medo excessivo, dificuldade de falar, participar de conversas e até mesmo de executar tarefas comuns no dia a dia.

Se não tratado, o quadro de ansiedade pode piorar, desencadeando outras doenças, como a depressão, e impedindo que os idosos consigam viver bem.

Existe tratamento para a ansiedade?

Quando as crises de ansiedade em idosos passam a impedir que eles vivam bem, é hora de buscar tratamento. O primeiro passo é ter a assistência de um psicólogo e, em alguns casos, de um psiquiatra. No entanto, cuidar da saúde mental também inclui cuidar da saúde física.

Para isso, é válido buscar um check-up de rotina. Os exames ajudarão a entender se essa ansiedade na quarentena não é fruto de alguma deficiência de vitaminas ou até mesmo de uma doença secundária.  

Outro fator que pode te ajudar e muito a passar pelos momentos ansiosos é aprender a lidar com a ansiedade na quarentena. Veja como:
Como lidar com a ansiedade durante a quarentena?

É perfeitamente normal que haja uma ansiedade maior por conta da pandemia e da necessidade de ficar em casa. Entretanto, é importante perceber quando a situação não é apenas momentânea e sim um problema de saúde.

De acordo com pesquisadores da universidade de Chicago, o distanciamento pode aumentar em até 14% o risco de morte para as pessoas na terceira idade, pois o organismo passa por uma situação de stress e pode sofrer com dificuldades para se defender de infecções.

A solidão também é um problema que pode desencadear a ansiedade na quarentena. Como muitas pessoas moram sozinhas, elas acabam tendo que lidar com situações do tipo. Isso ocorre porque sem poder sair e ter a mesma rotina de antes, a Geração+ pode se sentir sem amparo ou afeto.

Por isso, ficar de olho nos sintomas é a primeira forma de prevenir a ansiedade na quarentena. Mas não é a única! Também é possível lidar com a situação, diminuindo seus efeitos na saúde.

Dessa maneira, praticar atividades físicas, ler e até mesmo fazer terapia são armas potentes para lidar com as crises de ansiedade em idosos da melhor maneira possível.  Veja como cuidar da saúde mental e até mesmo superar as crises:

6 dicas para cuidar da saúde mental na pandemia?

A pandemia de Covid-19 não escancara apenas a mudança de rotina, mas também a necessidade de cuidar da saúde mental. Assim sendo, além de buscar viver bem, é primordial que você encontre maneiras de amenizar o efeito das crises de ansiedade na sua rotina.

Com isso, é importante ressaltar que a ansiedade na quarentena irá surgir em algum momento, mas pode ser superada. Para tal, algumas dicas podem ajudar no processo de lidar com a ansiedade:

1 - Mantenha contato com parentes e amigos
 
Você pode utilizar a tecnologia ao seu favor e continuar mantendo contato com parentes e amigos, seja por ligação ou por chamada de vídeo. A prática ajuda a não sentir tanto o peso da mudança de rotina e a socializar, mesmo que de longe.
 
2 - Fazer atividades que te deem prazer 

Atividades como cozinhar ou costurar, por exemplo, podem ser utilizadas para relaxar e ocupar a mente. É válido lembrar ainda que elas ajudam a exercitar o cérebro e a manter a saúde mental em dia mesmo que ao ficar em casa.

3 - Ocupe a mente 

Ler um livro, assistir filmes, fazer cursos on-line, navegar na internet são algumas opções para exercitar e ocupar a mente. As atividades podem ser utilizadas ainda para o aprendizado, permitindo que você descubra novos universos.

4 - Exercite a fé
 
Se você tem alguma crença, busque trabalhá-la durante a quarentena. Seja por meio da leitura, de orações ou da meditação, manter a fé no que acredita é uma ótima maneira de buscar por conforto e bem estar.

5 - Tenha uma rotina saudável

Tente manter um horário para dormir, comer e se exercitar. Dessa maneira, sua mente irá entender que você tem uma rotina e que deve segui-la ao longo do dia.

6 - Cuide da alimentação 

Se alimentar bem e de forma saudável irá ajudar a melhorar a disposição e prevenir doenças.

Se cuide para aproveitar a terceira idade!

Viver bem na terceira idade é o seu objetivo? Então comece a cuidar da sua saúde. Nós, da MedSênior, preparamos um material completo para te ajudar a saber mais sobre a Covid-19. 

Conheça a doença e faça uma autoavaliação AQUI

Geração+ informada 
foto